30 days of music - Dia 24

O funeral é meu e eu quero todos chorando.


Dia 24 - Uma música que você gostaria de tocar no seu funeral

Em meados dos anos 70 surgia uma música que misturava diversos gêneros em uma melancólica brisa musical sobre morte. Essa é Tatoeba Boku ga Shindara, uma música poética sobre morte, ela não fala da morte de uma maneira super triste, mas a faz melancólica o suficiente para tocar o coração do ouvinte.
Se for prestada atenção à letra, ela talvez soe como uma apologia a suicídio, mas eu discordo que esse seja o caso. Me parece mais uma forma angustiante de representar amor, é realmente uma forma curiosa, tão diferente porém sobre um assunto tão corriqueiro no mundo da música, um desses o motivo dessa música ser tão boa. 
O ritmo dela lembra um pouco música francesa de época, em um ritmo até mais lento, dando mais contraste para o peso da música, a tornando audível sem deixar um buraco no peito no seu fim. O vocal da Douji é algo de outro mundo, o tom é calmo e agudo, é bonito, é gentil a forma dela cantar sobre um tema considerado positivo porém de forma negativa, no meu ver, algoO eng que ainda irá se perder na música com o tempo, músicas sem necessidade de ser chamativas e apelativas, apenas gentis.
Então, por isso escolho essa música para meu funeral, uma brisa gentil e melancólica, que façam os outros chorarem, afinal, se a minha ida não traz alguma tristeza, então o que eu fiz esse tempo todo em vida? Eu quero fazer parte de algo e ser importante para alguém.


O engraçado é que eu conheci essa música mal faz duas semanas, mas eu já caí por amores por ela. Não é a minha primeira da Douji, mas é uma que me acertou como poucas.

2 comentários:

  1. Eii, faltam apenas 3 dias para o fim do desafio, você ta bem né? (ta no dia 27 e eu venho pro 24 ahaha).
    Bem, nunca tinha parado para pensar em como queria que fosse meu funeral ou alguma música para tocar nele (uma playlist instrumental com piano do studio ghibli, talvez? Não sei se isso soou estranho ahaha). Acho que a única coisa que eu iria querer, de verdade, é que lembrassem de mim com carinho mesmo. Também quero fazer parte de algo e ser especial para alguém/alguns, acho que todo ser humano (psicologicamente saudável) quer isso, afinal.
    E gostei da música, é bem calma mesmo ♡ (Desculpa a falta de conhecimento, mas o que é "algoO eng"?)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estava bem sim, a minha internet que não estava de acordo comigo, porém, agora estou com tudo resolvido e hoje mesmo eu retorno ao trabalho como normalmente.
      Eu não tinha pensado em nada do gênero até essa pergunta, até evito aliás, tenho medo de morrer e deixar coisas não terminadas, faria eu me retorcer no caixão.
      Eu não sou tão psicologicamente saudável assim mas de alguma forma eu acho que sim, ser humano no geral tem uma carência, acho que o medo das pessoas não é morrer em si, é morrer e magoar alguém ou morrer e ninguém saber/ligar pra isso, é um sentimento comum creio eu, só não são medos maiores que morrer no banheiro enquanto toma banho, isso é um pensamento que me deixa sem chão.
      É um erro dos grandes causado pelo meu incrível mousepad, era pra ter algo a mais ali, mas fica como "algo que ainda irá se perder", afinal, eu nem lembro mais o que eu queria ter dito ali, estou confuso. Mas fico feliz que tenha gostado, eu sempre tenho medo de ser crucificado por causa dessas bizarrices, alguém gostar delas me deixa mais seguro de alguma forma~

      Nippan -

      Excluir